a_novela

Zurück

                                             

 

Brasil 500 anos. Uma data como esta não poderia passar esquecida pela TV Globo, emissora que, por muita vezes polêmica, faz parte da história recente do país. A teledramaturgia comemorará a data com Terra Nostra, uma superprodução de orçamento de mais de R$ 25 milhões e cerca de 240 capítulos.Ana Paula Arósio e Thiago Lacerda são os protagonistas de “Terra Nostra”, que apresenta cenas grandiosas da travessia e do desembarque de centenas de imigrantes que vêm da Itália para o Brasil no fim do século XIX.
Todos partem à procura de um mundo melhor, assim como Giuliana e Matteu.

Uma peste assola os passageiros do navio, e os pais de Giuliana acabam falecendo. Giuliana fica sob a tutela de Bartollo (Antonio Calloni) e Leonora (Lu Grimaldi), e conhece Matteo com quem vive um romance. Mas ambos acabam se separando na chegada ao Porto de Santos, e Giuliana vai para a casa de Francesco (Raul Cortez). Desta forma provoca-se a criação de dois universos paralelos na novela: o rural, para onde Matteu vai, e o urbano, que acolhe Giuliana.

Para Ana Paula, Giuliana é inocente, ingênua, pura, doce e amorosa ao extremo, fatores que pesarão muito na história, já que irá sofrer muito. "No começo de “Terra Nostra”, Giuliana é muito menina e sofre de um modo mais aberto: chora e se descabela.Mas, com o passar do tempo e com os golpes que continuará recebendo da vida, ela perde esta inocência para poder sobreviver".

Para interpretar Giuliana, Ana Paula adotou uma longa cabeleira e teve de fazer algumas aulas de italiano para dar maior fluência às falas de seu personagem no início da novela, quando os imigrantes se comunicam numa mistura de italiano e português, na dosagem suficiente para ser entendido pelo grande público.
Aos poucos, o português tomará conta dos diálogos, à medida em que os personagens estejam aprendendo nossa língua. "Eu já falava um pouco de italiano", conta Ana Paula, que morou alguns meses em Milão trabalhando como modelo, “e, como boa paulista e descendente de italianos, conhecia alguns hábitos deste povo alegre e jovial".

Este não foi o caso de Thiago Lacerda, carioca da Zona Norte do Rio, que passou algumas semanas em São Paulo, sempre ao lado de representantes da colônia italiana, que o apresentaram a este novo universo. "Eu nunca comi tanta pasta, bebi tanto vinho, dancei tanta tarantela, fui a tantas cantinas, nem me diverti tanto em minha vida", declara o ator, que também teve algumas aulas de italiano.
Quanto ao personagem, Thiago tem somente elogios. "Matteu é um herói. Tem brio, força, é honesto, trabalhador, forte, sincero e, principalmente, apaixonado. Espero, sinceramente, que em algum momento da história ele possa voltar a ficar com a sua querida Giuliana".

O universo rural é dominado pela figura de Gumercindo (Antônio Fagundes), um poderoso fazendeiro de café do interior de São Paulo, que recebe os imigrantes para trabalhar na lavoura de suas terras, abandonadas desde a Abolição. Herdeiro da cultura escravocrata, o personagem tem alguns problemas no trato com os italianos e o choque cultural é inevitável. Gumercindo é casado com Maria do Socorro (Débora Duarte), uma mulher que retrata o perfil feminino da época, que se subjugava às vontades, desejos e ordens do marido. O casal tem duas filhas, Rosana (Carolina Kasting) e Angélica (Paloma Duarte), mas Gumercindo não se conforma com o fato de não ter um filho homem. Com a chegada dos italianos, a rotina deles muda completamente e Matteu acaba fazendo parte, a contragosto, da família do fazendeiro.

O universo urbano é dominado pela figura Francesco que já vive há vários anos no Brasil, onde chegou com algum capital e acabou ficando rico emprestando dinheiro para brasileiros. Para Raul Cortez, o personagem homenageia os italianos que conseguiram progredir no Brasil. "Ele é um homem voltado para o futuro, feliz por ter encontrado na nova pátria um lugar para crescer e muito agradecido ao país pela chance de progresso que encontrou aqui".
Porém, Francesco nunca esqueceu suas origens e luta para ser respeitado como italiano e empresário, em uma sociedade que tratava os imigrantes com desconfiança e até desprezo.
Casado com Janete (Ângela Vieira), conseguiu realizar o sonho de "fazer a América" e funda a Casa Bancária Ítalo-Brasileira, em uma referência aos primeiros bancos do país. Muito rico, vê com bons olhos o amor que seu filho Marco Antônio (Marcello Antony) sente por Giuliana, já que o convívio com a bela italianinha faz com que ele mude de atitude, começando a se interessar pelos negócios da família. "A Giuliana é para Francesco como um pedacinho da própria Itália em sua casa", conta Raul, feliz por poder participar de mais este trabalho de Benedito Ruy Barbosa. "É muito importante o resgate que o autor faz de nossa memória, uma memória tão rica e bela e ao mesmo tempo tão esquecida", diz.

As cenas do embarque no navio foram feitas em Southampton, Inglaterra, com participação de atores ingleses, e com um total de 300 figurantes. Apenas o primeiro capítulo consumiu R$ 1 milhão, contando até mesmo com um navio do início do século: o S. S. Shieldhall. A construção de um navio cenográfico foi descartada, para que as cenas iniciais tivessem o maior realismo possível; mas foram construídas mansões típicas da Avenida Paulista do início do século na cidade cenográfica do Projac. Como cada fase da novela abrangerá várias décadas, o maquiador David Dopois (que participou de Chiquinha Gonzaga) foi contratado, para o envelhecimento dos personagens. O elenco participou de aulas de italiano, e o figurino foi cuidadosamente pesquisado, tudo para trazer uma história de emoção. Para o autor, Benedito Rui Barbosa, "as pessoas estão cansadas de ver o cotidiano de Copacabana na TV. Elas querem emoção, e não o dia-a-dia".

 

Ficha técnica:

 

Novela:

Terra Nostra

Exibição:

Rede Globo

Ínicio:

20/09/99

Duração:

240 capítulos

Autor:

Benedito Ruy Barbosa

Colaboradores:

Edmara Barbosa e Edilene Barbosa

Direção de Núcleo:

Jayme Monjardim

Direção Geral:

Jayme Monjardim e Carlos Magalhães

Direção:

Jayme Monjardim, Carlos Magalhães e Marcelo Travesso

Direção de Produção:

Ruy Mattos

Secretária:

Rosa Maria Pereira Coelho

Administrativos:

Antonio Carlos Amaral, Silaine Silva e Luiz Carlos Mendonça Jr.

Contínuo:

Alan Vieira

Gerente de Produção:

Alexandre Ishikawa

Assistente de Direção:

Maria José Rodrigues, Liliane Ferret Ferreira e Tereza Lampreia

Pesquisadora de texto:

Madalena Mendonça

Trilha Incidental:

Marcos Vianna

Produtor Musical:

Marcelo Barbosa

Documentarista:

Luiz Carlos de Barros Saldanha

Produtora de Elenco:

Mariana Lobo

Coordenadores:

Marília Fonseca e Cláudio Salim Diniz

Equipe de Produção:

Adriana Brockmann, Adailza Alvim, José Augusto Wong,
Luiz Otávio da Costa Alves, José Carlos Herbas e Vera Meliande

Continuístas:

Lúcia Fernanda dos Santos, Virgínia Marinho e Angela Wildhagen

Figurinista:

Paulo Lóis

Assistentes de Figurino:

Pilar Cés Martines, Jussara Gonçalves e Célia de Oliveira

Guarda-roupeiro:

Valdeci Alves da Silva

 

 

 

 

 

Visitem a minha outra homepage para ver as fotos: www.novelaterranostra.hpg.com.br



Gratis Homepage von Beepworld
 
Verantwortlich für den Inhalt dieser Seite ist ausschließlich der
Autor dieser Homepage, kontaktierbar über dieses Formular!