bio-thiago

Zurück

 

                 BIOGRAFIA DO THIAGO LACERDA

 

 

 

Filho de Jadyr e Marilene, Thiago nasceu, no dia 19 de janeiro no ano 1978, às 7h30, sob o signo de Capricórnio e ascendente em Aquário. O signo solar faz com que o gato encare com responsabilidade os assuntos profissionais. No jeito de ser, o ator que tem 1,93m e 93kg é sério e reservado, mas muito simpático, graças ao seu ascendente, que também dá a ele força para as conquistas.

Por parte de pai, Thiago Lacerda é o primeiro neto homem. Segundo a irmã Juliana, ele sempre foi muito mimado. Todo o Natal, é uma grande festa e o ator faz questão de passar com a família, em Recreio, em Minas Gerais, na casa do avô.

Aos 3 anos ele começou a praticar natação, esporte que encarou com muita seriedade até os 18 anos. Ganhou mais de 150 medalhas e venceu vários campeonatos: "Ele foi campeão estadual brasileiro. Foi campeão brasileiro no estilo livre. O Thiago praticou até 1996 e parou por causa do vestibular para Administração de Empresas.

No mais, a vida seguia entre escola, família e muitas travessuras.

Dona Marilene, a mãe, relembra que, apesar de sempre ter sido fácil conviver com ele, o garoto aprontava: "Só não consigo citar uma traquinagem específica, pois ele era criativo, inventava muitas".

Já Thiago recorda rapidinho as poucas e boas que bolava em Recreio, cidade mineira onde seus pais nasceram. Era lá, na casa dos avós que passava todas as férias e carnavais. "Roubar jabuticaba na vizinhança era obrigatório".

Thiago teve uma infância superlegal e aprontou muito. Juju (é assim que ele chama a irmã) conta: "Quando eu era pequena, tinha o cabelo cacheado e o Thiago, por ciúme cortava meus cachinhos à noite e jogava dentro do vaso do banheiro. Eu tinha dois anos e ele quatro. Minha mãe brigava muito com ele." Durante a infância, as féria e os carnavais eram passados na casa dos avós, em Recreio, Minas Gerais. Ele não parava quieto nem um minuto: uma vez, derrubou uma televisão em cima dele. A mãe, dona Marilene, ficou desesperada. Mesmo na fase da adolescência, Thiago era muito arteiro.

Se assume namorador e romântico. Seu primeiro beijo foi nas ruas de Recreio, aos 11 anos com uma garota de 18, que pediu para ficar juntos e rolou. Se isto for corrupção de menores, ele é muito grato a ela.

O relacionamento mais longo durou um ano e quatro meses.

O primeiro a clicar Thiago profissionalmente, aos 16 anos, foi Júnior Fernandes, fotógrafo que já lançou no mercado nomes como Paulo Zulu, Eduardo Moscovis e Rodrigo Santoro. "Ele chegou ao meu estúdio com o pai, preocupado com as provas da escola", conta.

A vocação foi descoberta quase por acaso. Ansioso por se tornar independente, Thiago começou a trabalhar cedo. Aos 16 anos, quando nadava no Tijuca Tênis Clube, foi convidado por um amigo para ingressar numa agência de modelos Ford (RJ). Fez alguns trabalhos, mas depois se cansou. Até porque, naquele ofício, o que mais lhe dava prazer era o cachê:

- Certa vez, fiz um comercial e ganhei o que para um adolescente era um dinheirão. Passei um ano gastando um pouquinho de cada vez.

Decidido, não é qualquer um que, aos 16 anos, abandona um sonho no qual investiu tanto, ser atleta, pelo projeto incerto de interpretar.

- Vi que seria complicado sobreviver como nadador e, na mesma época, conheci a Studio Escola de Atores. Resolvi me inscrever.

Paralelo à escola de atores, levava a faculdade de Administração de Empresas e uma carreira de modelo, que durou apenas um ano, na agência Ford. Já a Studio frequentou por dois anos. Adorava, mas também caiu fora, pois não rolava nenhuma oportunidade.

Thiago foi trabalhar como vendedor de uma loja no Shopping Rio Sul assim que o dinheiro acabou. Levava uma hora para ir de casa até o trabalho de ônibus. Quando começou a faculdade de Administração de Empresas, na Universidade Federal do Rio de Janeiro, tinha feito um pequeno pé-de-meia e deixou o emprego. Nessa época, já havia decidido fazer um curso de interpretação para TV, para aprender a lidar com o público, pois pensava em ser gerente de banco, como o seu pai e um gerente de banco não poderia ser tímido. Estava prestes a iniciar um estágio que o pai lhe conseguira, mas... depois de 15 minutos após conseguir o estágio recebeu um telefonema da Rede Globo, era o tão sonhado convite para participar de Malhação. É claro que ele aceitou.

- Desde criança adoro TV. Até hoje sou viciado em desenho animado. Porém, não tenho nenhum artista na família, achava difícil rolar. O processo das novelas sempre me encantou. Mas foi só após o primeiro dia de gravação que me deu o estalo e pensei: caramba, é isso mesmo o que eu quero fazer!

Depois da Malhação veio uma fase difícil. Foram seis meses sem trabalho. Estava quase voltando para o ramo da administração quando pintou o teste em Hilda Furacão. Despontou como Aramel, um candidato a ator ambicioso em Hilda Furacão. No final da história, conquistou Hollywood e virou astro de cinema. Quem duvida disso?

O personagem Aramel, da minisérie Hilda Furacão, demorou seis meses para chegar, mas chegou. O teste era no dia em que Thiago tinha uma prova na faculdade, adivinha se ele pensou duas vezes?
Claro que não! Correu para fazer o teste, disputou a vaga com quase 50 atores e levou o papel, que mais tarde garantiu um contrato de dois anos com a Rede Globo.

O desempenho em Hilda Furacão rendeu o prêmio de Ator Revelação em 1998, que é escolhido através de votos dos profissionais da emissora, nada mais merecido, não é mesmo??

O próximo trabalho foi o Vicentinho na novela Pecado Capital, um playboy milionário. Para fazer o papel, deu uma transformada no visual: deixou de lado o cabelo engomadinho de Aramel e adotou um corte mais desalinhado. Foi nessa época que ele se dedicou para valer a carreira.

Finalmente, um protagonista! O Matheu de Terra Nostra foi o papel mais importante de Thiago, um verdadeiro fenômeno. Ele mesmo se ofereceu para fazer o teste de qualquer personagem da novela, e foi escolhido justamente o principal. Quando soube disso, aprendeu o sotaque com um tio italiano, fez um curso intensivo da língua, começou a tocar gaita e a dançar a tarantela (uma dança típica da Itália).

Entre o começo da carreira num papel secundário em Malhação e a estréia em Terra Nostra passaram-se apenas dois anos, o que não o assusta: "Respiro fundo e sigo em frente. Tenho sorte de pegar bons personagens". Mas, nesse curto período, Thiago Lacerda deixou o time dos coadjuvantes para ingressar no seleto clube dos protagonistas. Modesto, ele sabe que ainda tem um longo caminho a seguir. E considera o Matheu da nova novela das oito da Globo mais um tijolo na construção do grande ator que quer ser. Elogiado por colegas e amigos, diz que não assumiria responsabilidades que não pudesse cumprir.

- Depois do professor Lula de Malhação, fiz o Aramel de Hilda Furacão, que foi o primeiro tijolo do meu alicerce. A seguir, veio o Vicente de Pecado Capital e agora Matheu, com o qual pretendo acabar de erguer a base da minha carreira .

Foi com humildade e ousadia que Thiago conseguiu o papel em Terra Nostra. Ele ainda gravava Pecado Capital quando soube que a escalação para Terra Nostra ia começar. Foi até o diretor Jayme Monjardim e à produtora Mariana Lobo e se apresentou. Na semana seguinte, foi chamado para fazer um teste. Três dias depois, soube que seria o herói da história:

- Sempre quis fazer uma novela das oito. Quando soube que estavam pensando em mim para protagonista, gelei. depois de escolhido, tratei de estudar.

 

 

 

 

 

 Algumas fotos do Thiago Lacerda voce pode encontrar nos meus sites de fotos : www.novelaterranostra.com.br e www.thiagaolacerda.hpg.com.br



Kostenlose Homepage von Beepworld
 
Verantwortlich für den Inhalt dieser Seite ist ausschließlich der
Autor dieser Homepage, kontaktierbar über dieses Formular!